terça-feira, 20 de outubro de 2009

Amor




E eu, junto com vocês, quero que sejamos borboletas livres para voar... umas vezes com destino, outras apenas buscando o desconhecido, e outras mais em que pousamos para desfrutar do descanso da Terra e do aconchego.

O que sinto por ti, por ti, por ti, por ti, por vocês é AMOR, por isso deixem-me voar e fiquem tão felizes pelo meu bater de asas como pelo meu poiso de descanso!...

Um comentário:

SM disse...

Vamos se sempre borboletas Amiga! Que saudades tuas... até já!